quarta-feira, 17 de maio de 2006

Algumas palavras soltas...

Perdi a inspiração,
Apagou-se o fogo
Tornei-me centelha
À espera de despertar

Mas tenho um amor petrificado
Que me pesa no peito
Até que o consiga afundar

1 comentário:

Marco disse...

Gostei, belo poema